Tag Archives: Hugh Jackman

News: Hugh Jackman se despede de Wolverine

29 mar

262378

Notícia triste para os fãs de Wolverine e principalmente os de Hugh Jackman. É que recentemente o ator, contrariando todas as expectativas, anunciou em sua conta no Instagram que Wolverine 3 será seu último filme como o mutante de garras afiadas.

“WOLVERINE …ONE LAST TIME. HJ” 😦

11049129_642566965843471_1600441992_n

Mas fiquem calmos! O ator ainda irá figurar como o personagem em X-Men: Apocalipse, que estreia dia 26 de maio de 2016 aqui no Brasil. Já o terceiro filme solo de Logan estreia só em 3 de março de 2017.

 

Anúncios

News: Hugh Jackman deve retornar como o Wolverine em X-Men: Apocalypse

18 dez

447286

Definitivamente não existe outro ator para interpretar o Wolverine a não ser o todo bom do Hugh Jackman (todas concordam!). Pelo menos na minha mente, o cara já tomou para si aquele papel.

Pois então minha gente,  a boa notícia é que Jackman está negociando sua participação em X-Men: Apocalypse. Parece estranho, mas ele ainda não faz parte oficialmente do elenco do filme. O ator já andou conversando com os produtores da 20th Century Fox para acertar sua volta ao próximo longa dos heróis mutantes.

“Ainda existem muitas coisas que não sabemos sobre X-Men: Apocalypse. Eu tenho conversado com o pessoal e não tenho a liberdade de dizer o que está acontecendo, mas há coisas animadoras sobre integrar todo o mundo dos X-Men, incluindo o próximo filme do Wolverine. Realmente há várias coisas legais acontecendo”, declarou Jackman.

Jackson também falou sobre os trabalhos em Wolverine 3, filme o qual também anda ajudando no roteiro: “[James] Mangold e eu estamos trabalhando duro nisso e eu estou muito, muito animado com isso”.

X-Men: Apocalypse terá sua trama ambientada na década de 80, vinte anos antes dos acontecimentos dos três primeiros filmes da franquia. Por esse motivo, os personagens Tempestade, Jean Grey e Ciclope provavelmente serão interpretados por outros atores.

A estreia de Apocalypse está para o dia 26 de maio de 2016 e Wolverine 3 (título provisório) deve estrear somente em 2017.

Crítica: X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (2014)

7 jun

Póster_promocional_para_X-Men_Days_of_Future_Past

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nossa! Como eu esperava para ver esse filme, vocês realmente não tem noção. E tipo, sabe quando o resultado valeu toda a expectativa? Então, esse foi o caso de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido.

O diretor Bryan Singer soube com maestria renovar a franquia que tinha se perdido em X-Men- O Confronto Final (2006), mas que aos poucos vinha se recuperando com X-Men: Primeira Classe (2011) até o longa que estamos tratando agora.

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido é uma daquelas obras que você não consegue tirar o olho de tão legal que a trama é. Sabe, achei que toda aquela história de voltar ao passado seria um processo bem sonolento, mas Singer conseguiu dinamizar as cenas e colocar cada coisa em seu lugar, porém tudo acontecendo ao mesmo tempo, não é maneiro ? Ok, alguns podem dizer que isso não é novidade, claro que não é, mas que funcionou muito bem com a película dos heróis, isso não tem como negar.

Logo no começo do filme entramos na atmosfera futurista, na qual os mutantes estão sendo caçados pelos robôs Sentinelas, que fazem parte de um programa idealizado pelo cientista Bolívar Trask (Peter Dinklage), que jurou exterminar toda a raça mutante de uma vez por todas da face da terra. Tentando arranjar uma forma de combater os robôs gigantes, Charles Xavier (Patrick Stewart), Magneto (Ian McKellen), Tempestade (Halle Berry), Kitty Pryde (Ellen Page), Wolverine (Hugh Jackman), entre outros, acabam descobrindo uma maneira de fazer com que tudo volte ao normal. A ideia é voltar ao passado e fazer com que os planos de Bolívar não se concretizem, mas para isso, Wolverine, o escolhido para a missão, precisa tentar convencer seus amigos, que na ocasião aparecem mais jovens, de todo o perigo que irão correr no futuro.

Já de cara tenho de elogiar a perfeição do trabalho de caracterização dos robôs Sentilenas, que realmente ficaram demais. Como não sou o maior conhecedor de toda a história dos X-Men, fiquei excitado com a ideia dos androides possuírem uma força maior que a dos mutantes, assim a coisa ficou muito mais interessante. Outros pontos a favor da película foram os efeitos especiais, o figurino e a beleza estética da trama, que inclusive se sobressaiu quando ela nos trouxe de volta aos anos 70.

Como disse anteriormente, a ideia de trazer à tona o passado e o presente juntos, foi muito maneira. Isso com certeza é bastante difícil, principalmente quando se trata de uma história de super-heróis, com a qual público geralmente é bem crítico. Entretanto, a coisa fluiu muito bem e tudo se encaixou perfeitamente. Gostei muito também da intenção de transformar o personagem Magneto (Ian McKellen/Michael Fassbender) em mocinho e vilão ao mesmo tempo, foi bem interessante.

Falando sobre as atuações, eu sempre fui convencido dos trabalhos de Patrick StewartIan McKellenHugh Jackman em seus respectivos papéis, e como de costume, dessa vez não decepcionaram. Gosto mais ainda da versão mais jovem dos dois primeiros, entre outros atores promissores como Jennifer Lawrence, que inclusive melhorou muito nesta última película encarnando a Mística. Só nunca fui muito fã da Halle Berry como a Tempestade, talvez pelo fato de ela ter sido tão desastrosa como a Mulher Gato em seu filme solo, mas definitivamente ela interpretando uma das mutantes mais poderosas do grupo não convence muito.

No mais eu acredito que o longa conseguiu passar o recado, e de quebra revitalizou a franquia. Adorei a aparição de praticamente todos os atores que já interpretaram os mutantes ao longo dos 4 filmes, inclusive a ligeira aparição de Anna Paquim como a Vampira, que inicialmente tinha sido cortada da película, mas que depois reconsideraram e deram uma chance pra garota. Recomendo demais!

Trailer:

 

 

News: X-Men: Dias de um Futuro Esquecido é a grande estreia desta semana!

23 maio

20671764

Vamos lá gente, fim de semana chegando e lá vamos nós com mais algumas dicas de cinema.

Dessa vez temos a estreia de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, um dos filmes mais esperados dos últimos anos. Além dele, temos também um longa com o veterano Kevin Costner, chamado A Grande Escolha e a comédia espanhola O Que os Homens Falam.

Let it Go!!! 😉

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido: “No futuro, os mutantes são caçados impiedosamente pelos Sentinelas, gigantescos robôs criados por Bolívar Trask (Peter Dinklage). Os poucos sobreviventes precisam viver escondidos, caso contrário serão também mortos. Entre eles estão o professor Charles Xavier (Patrick Stewart), Magneto (Ian McKellen), Tempestade (Halle Berry), Kitty Pryde (Ellen Page) e Wolverine (Hugh Jackman), que buscam um meio de evitar que os mutantes sejam aniquilados. O meio encontrado é enviar a consciência de Wolverine em uma viagem no tempo, rumo aos anos 1970. Lá ela ocupa o corpo do Wolverine da época, que procura os ainda jovens Xavier (James McAvoy) e Magneto (Michael Fassbender) para que, juntos, impeçam que este futuro trágico para os mutantes se torne realidade.”

A Grande Escolha: “A equipe de futebol americano Cleveland Browns está tendo uma péssima temporada, e o gerente do time, Sonny Weaver Jr. (Kevin Costner), está ameaçado de demissão. No tradicional dia de contratação de novos talentos, Sonny deve provar ao mundo dos esportes que é capaz de trazer os melhores nomes para a sua equipe.”

O Que os Homens Falam: “Oito homens enfrentam a crise de meia-idade neste filme de episódios. E. (Eduardo Fernandez), que perde tudo o que tem e volta a morar na casa da mãe, se encontra casualmente com um amigo de longa data, J. (Eduardo Sbaraglia), que conquista tudo o que deseja, mas fica deprimido. S. (Javier Camara) tenta retomar o casamento dois anos após o divórcio. G. (Ricardo Darín) confessa a L. (Luis Tosar) que desconfia que sua esposa o trai. P. (Eduardo Noriega) tenta seduzir uma colega de trabalho. Já A. (Alberto San Juan) e M. (Jordi Mollà) têm seus segredos íntimos revelados.”

Sinopses por AdoroCinema

News: Veja o novo trailer de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

24 mar

X-Men

Meus amores, saiu o novo trailer de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, o próximo longa de uma das franquias mais bem sucedidas do cinema.

No trailer, é possível sentir a tensão que o mutantes irão passar e o clima de medo se espalhando entre a raça. Personagens como Wolverine (Hugh Jackman) e os jovens Xavier (James McAvoy) e Magneto (Michael Fassbender) são destaque.

News: Revista Empire faz edição comemorativa com os personagens de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

27 jan

Pois é minha gente, a novidade agora é que a revista Empire acabou de lançar uma edição especial com 25 capas diferentes com os personagens de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido.

As capas estão sendo divulgadas pelo  Twitter oficial do filme e no site da Empire também. Por agora temos 11 das 25 que vão sair, deem uma olhada 😉

empire05

Magneto (Michael Fassbender) e Professor X (James McAvoy)

empire04

Fera (Nicholas Hoult) e Mercúrio (Evan Peters)

empire03 (1)

Bolivar Trask (Peter Dinklage) e Mística (Jennifer Lawrence)

empire02 (1)

Groxo (Evan Jonigkeit) e William Stryker (Josh Helman)

empire01 (1)

Sentinela (o grande vilão do longa) e Destrutor (Lucas Till)

wolv

Wolverine (Hugh Jackman)

A estreia está marcada para dia 23 de maio de 2014 aqui no Brasil 😉

News: Trailer de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido é divulgado!

29 out

Imagem

A espera por um pouquinho mais de X-Men: Dias de um Futuro Perdido acabou! Hoje foi divulgado o primeiro trailer do longa que estreia no Brasil dia 23 de maio de 2014.

O trailer faz uma conexão entre X-Men: Primeira ClasseX-Men: O Confronto Final, além de mostrar o Professor Xavier(Patrick Stewart) e Magneto (Ian McKellen) em uma situação na qual a consciência de Wolverine (Hugh Jackman) retorna ao seu corpo no passado, mais precisamente na década de 70, para o mesmo realizar uma missão.

No elenco iremos ter Jennifer Lawrence, Halle Berry, James McAvoy, Michael Fassbender, Ellen Page, Nicholas Hoult, Anna Paquin, entre outros.

Ansiedade é pouco para o que estou sentindo agora! 😉

Trailer:

Crítica: Os Suspeitos (2013)

27 out

Imagem

Então amigos do Foca na Pipoca, ultimamente meus dias têm sido um pouco cheios e as vezes não consigo atualizar as críticas dos filmes que vejo no mesmo dia, mas estou sempre por aqui tentando colocá-las o mais rápido possível. Dessa vez falaremos de Os Suspeitos, do diretor Denis Villenueve.

Pois bem, Os Suspeitos é realmente um suspense de tirar o fôlego, com boas atuações, uma direção empenhada e uma sinopse interessante. Contando com Hugh Jackman, o eterno Wolverine e Jake Gyllenhaal, o eterno do meu coração, a película se caracteriza como um daqueles suspenses que você não consegue tirar o olho da tela e fica querendo saber o que irá acontecer a cada cena.

A história gira em torno do desaparecimento de duas meninas, filhas dos amigos Keller Dover (Hugh Jackman) e Franklin (Terrence Howard). Em uma reunião em família para um almoço, Keller (Jackman), leva sua esposa Grace (Maria Bello), sua filha pequena Anna (Erin Gerasimovich) e seu filho adolescente Ralph (Dylan Minnette) para uma confraternização na casa de Franklin (Terrence Howard), Nancy Birch (Viola Davis) e da pequena Joy (Kyla Drew Simmons). Apenas que no meio do processo, eles sentem falta da presença das duas garotinhas e resolvem sair para procurar. Depois de algumas horas, eles não as encontram e resolvem acionar a polícia, com o detetive Loki (Jake Gyllenhaal), à frente do caso. Com o andar das investigações, Loki acaba descobrindo que tudo poderia ser muito mais difícil do que imaginara.

Assim, gostei bastante do filme, principalmente pela condução de Villenueve junto às cenas. O diretor conseguiu transformar uma trama bastante clichê em algo realmente interessante, com o fôlego aumentando a cada cena. Jackman e Gyllenhaal estão bem convincentes em seus respectivos papeis, além da maravilhosa Viola Davis. A trilha também é muito boa e consegue dar mais vida à trama de Aaron Guzikowski. Outro ponto positivo foram as peculiaridades de cada personagem, com seus medos, receios, perversidades e tudo mais, que fizeram com que houvesse uma boa diferença em relação a outros perfis de filmes do gênero. Daí você fica sem saber se o bonzinho é realmente o bonzinho ou se o mal é realmente tão perverso assim.

Agora como nem tudo são flores, devo destacar também alguns pontos negativos, que foram poucos admito, mas que não deixaram de impactar no resultado final. Achei que tudo ia muito bem até os últimos momentos, só que Villenueve meio que se embananou com tantos emaranhados e simplesmente deixou de focar no ponto principal, que era justamente a descoberta de quem era o mentor daquilo tudo. Sei lá, pareceu que ele estava tão exausto, que na melhor cena, a coisa ficou simples demais, quando poderia ter feito um trabalho bem melhor. E outra, tá certo que nem tudo deve acabar com finais felizes, mas definitivamente o destino do personagem de Jackman ficou totalmente “freek” e, nessa parte, também achei que poderiam ter feito de outra forma.

No mais, acho que o filme realmente surpreende e desponta como um dos melhores suspenses dos últimos anos, porém ainda prefiro outros como O Colecionador de Ossos ou Seven – Os 7 Pecados Capitais.

Tariler:

%d blogueiros gostam disto: