Tag Archives: Curta-metragem

Crítica: Speed Dating (2007)

25 abr

foto

Faz algum tempo que não escrevo nada pro Foca, mas hoje resolvi assistir a alguns curtas LGBTs, e um em específico me chamou bastante a atenção. Daí resolvi expor minhas ideias aqui pra vocês, principalmente por se tratar de uma produção alemã, pouco conhecida e sem muitas informações na web.

Speed Dating é um curta-metragem de 30 minutos do diretor Gregor Buchkremer, que foge à linha tradicional de como se conta uma história de amor, apelando essencialmente para uma linguagem totalmente poética, com a intenção de retratar o homem e as suas necessidades afetivas através de uma atmosfera de sobrevivência.

Para quem não sabe, a expressão “Speed Dating” (Encontro Rápido) surgiu no ano de 1998 nos Estados Unidos. Ela foi criada pelo Rabino Yaacov Deyo e sua esposa, Sue, com a intenção de ajudar os jovens judeus a encontrar o amor. Anos mais tarde, a prática deixou de ser exclusiva do povo judeu e passou a fazer parte de várias outras culturas em países como China, Austrália e também por toda a Europa.

O filme de Buchkremer, lançado em 2007, aborda justamente essa maneira rápida e desesperada de se encontrar o amor, através dos “Shiduch”, ou encontros para ser mais claro, onde empresas qualificadas para tal possuem o trabalho de achar o par ideal para você. Toda essa introdução seria simples se não fosse um único detalhe: que acontece em Speed Dating é que as pessoas que não encontram seus pares a tempo, ou as que são trocadas por outras pessoas, ou até mesmo as que perdem os seus amores, simplesmente morrem de uma doença misteriosa. A partir dessa premissa é que a trama nos traz para a vida de Tim (Kristian Kiehling), um jovem que acaba de ser deixado por sua namorada, e com isso, ele precisa arranjar um novo amor antes que a morte bata à sua porta.

A grande sacada do longa é que ele basicamente não se leva a sério. E o que favorece bastante a narrativa, além de sua ótima trilha sonora, é claro, são as inserções do bom e velho humor europeu, só que desta vez de uma maneira bem mais escrachada. O fato é que essa trama não poderia ser mais atual do que já é, e mesmo tendo sido lançada há quase 10 anos atrás, ainda contribui muito para o que acontecem nos apps de relacionamentos, seja gay ou hétero. A busca incessante por uma outra pessoa meio que se torna algo vital para muita gente, e as que não encontram o seu par perfeito, muitas vezes se sentem rejeitadas, principalmente se você for mulher em meio ao mundo machista e ainda conservador em que vivemos.

As atuações também são bem convincentes. O ator Kristian Kiehling se sobressai com uma interpretação ímpar do início ao fim do curta. Kiehling transparece todo o ar de melancolia e ao mesmo tempo de frustração de seu personagem. Já Max Engelke e a funcionária da empresa de “Match”, que eu não encontrei o nome, são outros que aparecem também muito bem suas devidas cenas.

Outro ponto interessante da obra é que apesar de ser vendida por aí como um curta de temática gay, ela não foca essencialmente nisso, mas aborda o tema a partir de um roteiro criativo. O final também aparece como outro ponto forte, apesar de não ser o que muita gente esperava, acredito que tenha um pouco do que entendemos como “amor incondicional”, desejando a felicidade do outro independente de qualquer coisa. Vale muito a pena!

 

 

Anúncios

News: Confira o curta de terror que fará você repensar suas selfies

22 set

curta-terror

Em uma era onde tudo é motivo para uma selfie, o canal Fuck You Zombie teve a brilhante ideia de transformar o simples ato de “amor próprio” em um curta totalmente horripilante.

Selfie From Hell apresenta uma moça tentando tirar apenas umas fotinhas ingênuas, porém ela começa a perceber que pode não estar sozinha naquele espaço.

O vídeo publicado em agosto, já teve mais de 3 milhões de visualizações. Quer conferir? É só dar play!

News: Assista ao arrepiante curta de terror Tuck me in

11 nov

tmiPasseando pela internet de vez em quando a gente encontra coisas interessantes como esse curta do diretor espanhol Ignacio F. Rodó, intitulado Tuck Me In.

Com uma duração de aproximadamente 1 minuto, o curta-metragem apresenta uma cena baseada na pergunta lançada pelo site Reddit: “Qual é a melhor história de terror que você pode criar em duas frases?”. E a melhor resposta foi adaptada por Juan J. Ruiz. Confira!

News: Está acontecendo o Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro, vem!!

6 nov

566432

Corre que ainda dá tempo de aproveitar o Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro!!

O evento que começou ontem (5), irá até o dia 12 de novembro na semana que vem. Ele possui um total de 250 títulos de vários países em sua programação. Dentre eles temos uma homenagem à atriz Gilda Nomacce, além de produções francesas, canadenses, LGBT e uma retrospectiva do coletivo Surto & Deslumbramento, de Pernambuco.

Todas a produções foram concluídas entre os anos de 2013 e 2014. Elas estão sendo exibidas no Estação Botafogo, Centro Cultural Justiça Federal, Cinemaison e também no Parque Lage. A entrada é gratuita!

Para maiores informações entre no site do Festival.

News: Assistam ao impressionante Fan Film de Spawn, realizado pelo iniciante Michael Paris

27 set

spawn-The-Recall-750x400

Gente, parem tudo o que vocês estiverem fazendo e presta a tenção nisso aqui!!! Pelo amor!!!

Graças a Deus hoje vivemos em um mundo com uma tecnologia mais avançada e devido a isso, muitos aspirantes a cineastas, hoje, já podem investir em seus projetos sem ter que gastar milhões ou fazer parte de uma grande companhia. Prova disso é o novo curta dirigido por Michael Paris, que retoma a atmosfera de Spawn, lembra dele? Aquele personagem dos quadrinhos criado por Todd McFarlane no início dos anos 90 e que era conhecido como o “Soldado do Inferno”.

Pois bem, Paris teve a brilhante ideia de criar um Fan Filme sobre o Spawn, só que MUITO melhor do que aquele longa capenga dirigido por Mark A.Z. Dippé e roteirizado pelo próprio McFarlane, e que no Brasil ficou com o título de Spawn, O Soldado do Inferno (1997).

Em aproximadamente 8 minutos, Paris dá um banho nos dois últimos cineastas citados acima e garante um Spwan muito mais sinistro em uma atmosfera bem macabra (adoro!), no curta intitulado Spawn: The Recall.

Estrelado por Johanna Genet (a bruxa), Tom Maurice (Michael) e Gregory Paris fazendo a voz do Soldado Infernal, o curta surpreende pela ousadia e pela nova sacada que Michael Paris insere dentro de um personagem tão clássico, mas que foi muito mal aproveitado nas telonas e, pior, pelo seu próprio criador.

Spawn: The Recall apresenta a história de uma ex-bruxa, que tenta viver uma vida normal longe da escuridão ao lado de seu filho. Enquanto eles estão fazendo compras em um supermercado, a criança desaparece de repente. Ela então começa a procurar por ele, porém sente que existem forças do mal à espreita. Um guarda de segurança vem em seu socorro, mas enquanto eles estão verificando as câmeras de vigilância, algo acontece.

Dá só uma conferida no curta que não leva nem 8 minutos e dá sim pra você sentar aí e assistir bonitinho! (heheeh). Aproveita que tá legendado em português!!! 😉

News: O Doador de Memórias, Os Cavaleiros do Zodíaco e Rio, Eu Te Amo são as grandes estreias para o fim de semana

12 set

rioooooo

Aí minha gente, fim de semana chegando e temos ótimas opções de entretenimento nas salas de cinema de todo Brasil.

A começar por Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário, a série que embalou a minha infância está de volta e com um mega filme da temporada que mais gosto que é a da luta dos Cavaleiros de Bronze contra o Mestre do Santuário e os lendários Cavaleiros da Armadura de Ouro.

E para você que gosta de uma história um pouco mais elaborada, temos a estreia de O Doador de Memórias, que é baseado num clássico da literatura infanto-juvenil de mesmo nome, no qual o jovem (Brenton Thwaites) terá que desvendar os mistérios de sua sociedade “perfeita”. Esse tem Meryl Streep.

E por último, mas não menos importante, temos Rio, Eu Te Amo, que faz parte de uma sucessão de outros filmes de mesma pegada, só que agora exaltando a Cidade Maravilhosa. Para quem não sabe, ele é uma compilação de vários curtas como La Fortuna, de Paolo Sorrentino, Pas de Deux, de Carlos Saldanha, Inútil Paisagem, de José Padilha e A Musa, por Fernando Meirelles e Cesar Charlone. No elenco temos nomes como Rodrigo Santoro, Wagner Moura, Fernanda Montenegro, entre outros.

Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário: “Na luta para defender Atena e colocá-la em seu lugar de direito, os Cavaleiros de Bronze lutam para superar o Mestre do Santuário e os poderosos Cavaleiros de Ouro, guardiões das 12 casas. Inicialmente chamado de “Saint Seiya – Knights of the Zodiac”, o filme é uma adaptação para os cinemas da saga “Cavaleiros do Zodíaco”.

O Doador de Memórias: “Uma pequena comunidade vive em um mundo aparentemente ideal, sem doenças nem guerras, mas também sem sentimentos. Uma pessoa é encarregada a armazenar estas memórias, de forma a poupar os demais habitantes do sofrimento e também guiá-los com sua sabedoria. De tempos em tempos esta tarefa muda de mãos e agora cabe ao jovem Jonas (Brenton Thwaites), que precisa passar por um duro treinamento para provar que é digno da responsabilidade”.

Rio, Eu Te Amo: “Novo episódio da série de filmes Cidades do Amor, Rio, Eu Te Amo reúne dez curtas de dez diretores brasileiros e internacionais. Cada uma das histórias revela um bairro e uma característica marcante da cidade maravilhosa.

Dona Fulana, por Andrucha Waddington
Leandro acreditava que sua avó, que conheceu quando criança, estava morta, até encontrá-la um dia na rua. Dona Fulana mora na rua, e de lá não quer sair. Mesmo com os apelos do neto, ela se recusa a voltar para casa, e ainda o leva numa experiência inesquecível pelo Rio de Janeiro.

La Fortuna, por Paolo Sorrentino
Uma ex-modelo e seu marido vêm para o Rio de Janeiro passar férias em uma linda casa de praia. Mas ele esta cansado da atitude controladora da mulher, e decide por um fim nessa situação.

A Musa, por Fernando Meirelles e Cesar Charlone
O escultor Zé reproduz nas areias de Copacabana obras mundialmente conhecidas, até o dia em que vê passar uma linda jovem no calçadão. Sonhando com sua nova musa, ela o inspira a criar uma escultura original.

Acho que Estou Apaixonado, por Stephan Elliott
Jay esta no Brasil para divulgar seu novo filme no Festival do Rio. Após o evento, ele não vê a hora de voltar para o hotel e descansar, mas seu motorista não para de puxar conversa. Quando Jay se depara com o Pão de Açúcar, fica deslumbrado e é atraído até o ponto turístico.

Quando Não Há Mais Amor, por John Turturro
Um casal viaja até a ilha de Paquetá, mas percebe que, na verdade, seu casamento esta chegando ao fim. Então, eles aproveitam a ocasião para fazer uma bela despedida.

Texas, por Guillermo Arriaga
Após um acidente de carro, Texas, um ex-lutador de boxe, perde um braço e sua esposa não consegue mais andar. Movido pelo sentimento de culpa, ele esta disposto a fazer de tudo para arrecadar o dinheiro necessário para a cirurgia que pode curar sua mulher. Com isso, acaba se envolvendo em uma rede lutas clandestinas no Rio de Janeiro.

O Vampiro do Rio, por Im Sang Soo
Fernando é um garçom de meia-idade que trabalha num movimentado restaurante turístico. Ele mora no Vidigal, guarda um grande segredo e é apaixonado por Isabel, sua vizinha. Ela é uma mulher bonita e batalhadora, que trabalha como prostituta para sustentar a filha.

Pas de Deux, por Carlos Saldanha
Um casal de bailarinos esta ensaiando um novo espetáculo, quando ele recebe um convite para se apresentar no exterior. O jovem hesita em aceitar a proposta com medo de prejudicar seu relacionamento com a parceira. Faltando poucos minutos para entrar no palco, a discussão se agrava, mas o show tem que continuar.

O Milagre, por Nadine Labaki
Durante uma filmagem no Rio, um casal de atores famosos conhecem um menino que acredita receber telefonemas de Jesus. No início, eles o encaram com desconfiaça, mas depois percebem que o “Jesus” com quem ele fala não é quem o menino esta pensando.

Inútil Paisagem, por José Padilha
Um instrutor de asa-delta analisa sua relação com as pessoas e a cidade durante um voo na Pedra Bonita”.

Sinopses por AdoroCinema

%d blogueiros gostam disto: