Arquivo | outubro, 2015

News: Anjos da Noite 5 começa a ser rodado na República Tcheca

20 out

Underworld-image-underworld-36232647-1395-797

Aos poucos a quinta parte da franquia de Anjos da Noite vai ganhando forma. A novidade dessa vez é que o filme já começou a ser rodado na última segunda-feira (19), na cidade de Praga, República Tcheca.

A continuação vem sendo chamada de Underworld: Next Generation e contará com o retorno da vampira Selene, personagem interpretada pela atriz Kate Beckinsale, que participou de todos os outros quatro filmes.

Charles Dance (The Game Of Thrones) será Thomas, o líder dos vampiros e Theo James (Divergente) retornará como o personagem David. Outros nomes como James Faulkner (The Game of Thrones), Tobias Manzies (Outlander), Lara Pulver (Sherlock), Peter Andersson (Os Homens que Não Amavam as Mulheres), Clementine Nicholson, Bradley James (Merlin) e Daisy Head (The Syndicate) também estarão no filme.

Anjos da Noite 5 tem estreia marcada para 21 de outubro de 2016. A direção do longa ficou por conta de Anna Foerster (Criminal Minds).

Anúncios

News: Amy Schumer e Jonathan Levine realizarão uma nova comédia ambientada no Brasil

20 out

xl_347729_0_20150819044121

Amy Schumer (Descompensada) e Jonathan Levine (diretor de Meu Namorado é Um Zumbi) estarão juntos a frente de uma nova comédia que será ambientada no Brasil.

As informações são do site Deadline. Já o ScreenRant divulgou mais detalhes sobre a trama. Nela, mãe e uma filha virão passar férias no Brasil e serão sequestradas.

Katie Dippold (As Bem-Armadas /As Caça-Fantasmas) será a responsável pelo roteiro, já Paul Feig (Missão Madrinha de Casamento) irá produzir o filme.

Crítica: Doce Vingança 3: A Vingança é Minha (2015)

19 out

Doce Vingança 3 A Vingança é Minha Poster Filme 2015 Portal do Ultra Luiz Lucas Trajano de Menezes

Um dos títulos mais procurados aqui no Foca na Pipoca, Doce Vingança 2 ganhou uma sequência eletrizante que acabei de assistir neste exato momento. E como hoje é domingão e tô sem nada pra fazer, resolvi expor o que achei dele aqui no blog.

Só para fazer um resuminho básico da franquia, o filme é a terceira parte de uma série de “remakes” que foram iniciados em 2010 com Doce Vingança. A produção de cinco anos atrás é uma refilmagem de um clássico de 1978, intitulado aqui no Brasil como A Vingança de Jennifer (I Spit On Your Grave), que chocou o mundo em sua época de exibição. Depois dessa nova adaptação ter conseguido algum sucesso, sendo considerada por muitos até mais brutal e perturbadora que o original, os estúdios que não são bobos nem nada, resolveram apostar em mais dois longas inspirados na trama anterior.

Em Doce Vingança 3: A Vingança é Minha, temos a personagem Jeniffer Hills (Sarah Butler) de volta e tendo de se confrontar com seus traumas devido à violência sofrida no passado. Jennifer decide então entrar para um grupo de apoio dedicado às vítimas de abuso sexual. Depois de receber a terrível notícia do assassinato de sua amiga, e também da impunidade de seu assassino por falta de provas, ela decide por si mesma colocar as coisas em seu devido lugar.

O filme é claramente uma total menção ao movimento feminista que vem ganhando força nos últimos tempos. É claro que ser feminista não é sair por aí matando tudo quanto é tipo de cara escroto que aparece na nossa frente, mas digo em relação ao que as mulheres tem de aguentar devido a nossa sociedade extremamente machista. Toda a atmosfera da película é centrada na “fragilidade” feminina. A sensação que temos é que de fato não existe nenhum homem bom, ou os que aparentam ser, no fundo são lobos em pele de carneiro. Além disso, todo o sistema contribui para que as mulheres se sintam ainda mais indefesas. Então, o que resta? Resta cada uma tomar as rédeas da sua vida e resolver os seus problemas por si mesma, assim como Jennifer fez (não da mesma forma, tá!).

Se de um lado temos moças dispostas a não se fazerem de coitadinhas, do outro também existem aquelas que preferiram abdicar de sua total liberdade para viverem uma mentira. No longa temos o caso de uma menina que reclama de ser abusada pelo padrasto, enquanto sua própria mãe finge não saber a verdade para continuar vivendo seu “casamento perfeito”. Esta situação ainda é mais comum do que muitos imaginam, infelizmente.

De fato, Doce Vingança 3 ainda é inferior a seus antecessores, mas conseguiu se destacar pela forma como sua trama foi conduzida, deixando a surpresa para o final, ou até mesmo antes para os mais atentos em certos detalhes. Devido a seu pequeno orçamento, o longa resolveu não apostar em mortes mais elaboradas, optando mais pelo “arroz com feijão”, ou seja, em truques mais efetivos utilizados nos filmes anteriores para chocar e despertar a atenção do público.

Sarah Butler retornou ainda melhor para esta continuação. Sua personagem, apesar de assustada e tendo de usar roupas mais comportadas para passar a sensação recato, também permaneceu inconformada com tudo aquilo que lhe havia acontecido. Por causa das cenas atemporais, algumas coisas poderiam passar desapercebidas pelo público, mas para os mais atentos a atriz esteve sempre atuando de forma efetiva em cada cena. As melhores partes, é claro, são quando ela vira “porra loca” e resolve colocar tudo abaixo (hehee). Como esquecer aquele olhar de “bicha, a senhora é destruidora mesmo” ? …..Não, não dá! (rsrsrs).

Outras boas surpresas foram as participações de Jennifer Landon como a ousada e inescrupulosa Marla e Doug McKeon interpretando o inconformado Oscar. Ambos souberam passar uma grande verdade a partir de seus personagens e roubaram a cena em certos momentos.

Doce Vingança 3: A Vingança é Minha como disse anteriormente, não supera os dois primeiros, mas consegue ser uma boa continuação. Apenas senti falta de um pouco mais de suspense, o que poderia suprir a falta de orçamento, mas mesmo assim o diretor R.D. Braunstein fez um bom trabalho. Então fica aí a dica para quem quiser assistir.

Trailer:

News: Assista ao trailer sensacional de Orgulho e Preconceito e Zumbis

17 out

conteudo_91836

Você já conferiu o trailer fantástico de Orgulho e Preconceito e Zumbis? Se não, precisa fazer rápido, pois está sensacional…hehehe

Para quem não sabe, o título é uma adaptação do livro de mesmo nome, que também é uma releitura do clássico da literatura inglesa Orgulho e Preconceito de Jane Austen.

A trama se passa no século 19 e traz a protagonista do romance Elizabeth Bennet (Lily James) como uma temível caçadora de zumbis.  A jovem irá se envolver com o arrogante Darcy (Sam Riley), com quem terá uma relação de amor e ódio. Juntos, os dois terão lutar para dizimar uma infestação de zumbis na localidade.

Orgulho e Preconceito e Zumbis conta com roteiro e direção de Burr Steers (A Morte e a Vida de Charlie). Sua estreia está programada para 19 de fevereiro de 2016.

Trailer:

Crítica: O Ataque dos Vermes Malditos 5 – Linhas de Sangue (2015)

17 out

tremors-5-600x755

Hoje irei falar de Tremors, uma das franquias mais emblemáticas dos anos 90 com toda a certeza. Quem nunca assistiu ao Ataque dos Vermes Malditos no extinto Cinema em Casa não sabe o que é diversão. A linha de filmes iniciada no ano de 1990, na época estrelada por Kevin Bacon, alcançou grande sucesso de público e crítica, principalmente por causa de seu excelente conteúdo de humor, trabalhado juntamente com a tensão dos filmes de terror da época.

Depois do sucesso de seu primeiro longa, a franquia Tremors (título original) chegou a ganhar mais 4 continuações, e todas sempre conseguindo manter a proposta inicial da trama, que alinha o “terrir” com a estética dos antigos filmes de faroeste. Recentemente tive a oportunidade de assistir ao quinto filme, intitulado O Ataque dos Vermes Malditos 5 – Linhas de Sangue. Fui sem medo de ser feliz e posso dizer que gostei do resultado.

Nesta nova parte temos o ator Michael Gross atuando como o personagem Burt Gummer pela quinta vez consecutiva. Pode -se dizer que ele de fato se tornou o garoto propaganda da franquia. O longa já começa com Burt se lançando como o maior caçador de Graboids (os monstros rastejantes), Shriekers (os monstros que andam) e os temíveis Ass-blasters (monstros voadores). Em um tipo de vídeo promocional no maior estilo “Vida Selvagem” do Discovery Channel, o anti-herói segue explicando a mutação dos vermes desde seu início. No entanto, no meio de sua exposição em meio ao deserto americano, Burt recebe uma proposta para caçar um grande Ass-blaster que anda aterrorizando uma cidade da África do Sul. E para acompanhá-lo em sua viagem, o espertalhão Travis Welker (Jamie Kennedy) se oferece para ajudá-lo na captação das imagens durante a perigosa aventura. O grande problema surge quando eles descobrem que o Ass-blaster viria a ser o início de uma possível infestação de novos tipos de Graboids na região.

Mesmo com um orçamento bastante inferior em relação aos primeiros longas, admito que os efeitos não ficaram toscos comparados com outros filmes do gênero. Os monstros até que pareceram bem convincentes e o diretor Don Michael Paul soube se utilizar de um sábio jogo de câmeras para disfarçar este sensível ponto fraco. Don soube trabalhar com as armas que tinha fazendo uso de sequências de suspense e de cenas que eram reveladas aos poucos para trabalhar a expectativa do público.

Outro ponto alto da película foi como a estética da saga foi respeitada. Mesmo saindo do desértico interior americano, onde praticamente toda a franquia foi rodada, eles conseguiram manter a sensação faroeste partindo para um cenário ainda mais selvagem e primitivo. Deste modo, nada se perdeu e só ganhamos com a deliciosa sensação de nostalgia da trama.

Os protagonistas também brilharam durante o filme. Michael Gross esteve excelente como o turrão Burt Gummer. Digo até que suas habilidades foram aprimoradas depois de tanto tempo vestindo este mesmo personagem. Em uma sequência primorosa e cheia de humor onde Burt se encontrava preso dentro de uma gaiola em meio ao deserto, Gross nos fez entender o motivo de seu personagem ter conquistado os fãs de Vermes Malditos durante tanto tempo. Já Jamie Kennedy (Pânico 1 e 2) também soube se destacar, contracenando de forma bastante íntima com Michael. Os diálogos entre os dois foram de fato uma das partes mais cativas do longa-metragem.

A verdade é que O Ataque dos Vermes Malditos 5 – Linhas de Sangue pode parecer mais do mesmo, talvez até seja, mas de maneira alguma chega a cansar a franquia que vem se sustentando há 25 anos no mercado. É um tipo de filme que sempre terá um público cativo por ele, cativo de um bom terror/suspense que nos faça rir e torcer pelos mocinhos.

Trailer:

News: Site divulga suposta prévia do roteiro do filme de os Power Rangers

9 out

PR_Logo_(Disney_Era)

Opa! Saíram algumas informações sobre o roteiro do novo filme dos Power Rangers e parece que não era bem assim como imaginávamos, um reboot do primeiro longa (hum…).

De acordo com informações obtidas pelo site Collider, a história escrita por Ashley Miller e Zack Stentz (X-Men: Primeira Classe) não trará os antigos heróis e uniformes de volta, mas partirá do universo de Power Rangers Dino Charge, temporada que está sendo produzida atualmente.

131264

Escorpina, vilã de Might Morphin Power Rangers

Segundo a fonte, o início do filme será com uma grande cena de batalha entre os Power Rangers e a vilã Scorpina, uma aprendiz de Rita Repulsa. Ela tentará pegar a Morphin Grid, uma energia que os Rangers utilizam para se transformarem e também adquirir poderes de suas formações anteriores.

Ao que se sabe, o diretor Dean Israelite e os produtores da película estão fazendo o máximo para respeitar as lembranças dos fãs da saga. Power Rangers deve chegar nos cinemas no início de 2017.

News: Conheça alguns dos nomes cogitados para serem os próximos Power Rangers

7 out

powerrangers0828131280jpg-8dd373_1280w

Você já tá sabendo do novo filme dos Power Rangers, né? Claro que sim! Todo mundo está! Então, agora a revista Variety fez uma lista dos nomes cotados para interpretar alguns dos Rangers, sente só!

  • Zack/Ranger Preto
daniel zovatto

Daniel Zovatto (O Perigo Vem do Lago)

RossButler

Ross Buttler (Teen Beach 2)

brian

Brian ‘Sene’ Marc (White Girl)

  • Kimberly/Ranger Rosa
stephanie

Stefanie Scott (Sobrenatural: A Origem)

tumblr_inline_nbe5f3Xsif1s7nsdg

Naomi Scott (Perdido em Marte)

  • Jason/Ranger Vermelho
jason

K.J. Apa (Shortland Street)

Austin-Butler

Austin Butler (A Casa do Medo)

descendants-mitchell-hope

Mitchell Hope (Descendentes)

Para os Rangers Azul e Amarelo a revista não cogitou nomes ainda. E em relação aos vilões da história, a Lionsgate estaria pensando em atores de peso para o papel.

O novo Power Rangers terá o seu roteiro escrito por Ashley Miller e Zack Stentz (X-Men: Primeira Classe). Sua estreia está marcada para janeiro de 2017.

News: Sucessor de Prometheus contará com uma nova equipe de pesquisadores

7 out

prometheus

Em recente entrevista ao site Awards Campaign, o diretor Ridley Scott revelou algumas curiosidades sobre o sucessor de Prometheus (2012).

Primeiramente, para quem pensava que o filme se chamaria Prometheus 2 temos uma notícia, o nome da produção foi definida como Alien: Paradise Lost. De acordo com Scott, ele será um pouco diferente de seu anterior:

“Será algo separado porque eles irão para o planeta dos Engenheiros e eles vão ver o que acontece por lá. Foi um desastre. Eles estarão naquela nave alienígena que os levará para lá, mas com um novo grupo de viajantes no começo do primeiro ato”, disse o cineasta.

Alien: Paradise Lost possui estreia marcada para dia 30 de maio de 2017. A produção contará com o retorno dos personagens Elizabeth (Noomi Rapace) e David (Michael Fassbender). Quanto a ligação com o próprio Alien, Scott já havia dito que isso acontecerá a partir do terceiro filme. Esperaremos ansiosamente! 🙂

News: Danny Boyle diz que já existe uma ideia de sinopse para Extermínio 3

6 out

boyle-28-days

Para o mundo que eu quero descer!!!!

Em recente entrevista à Rolling Stone para promover seu mais novo longa inspirado na vida de Steve Jobs, o diretor Danny Boyle (Quem Quer Ser Um Milionário?) declarou que existe sim uma ideia para o terceiro filme da franquia Extermínio (morto!).

“Há uma espécie de ideia da sinopse para uma terceira parte. Alex [Garland, roteirista do filme original] tem trabalhando em algo que é realmente interessante, é, em parte, uma coisa militar … isso é tudo que posso dizer. Será interessante ver se nós pudermos trazê-la; nós não estamos tão avançados como na sequência de Trainspotting, mas pode acontecer, sim. Eu certamente espero que sim. “

Vale lembrar em em maio desse ano, o citado Alex Garland também havia falado à indieWIRE  sobre um possível roteiro de Extermínio 3 e que existiram sim conversas sobre uma continuação. No entanto, alguns problemas “entediantes” estavam atrasando as coisas.

NE5ZRbkalqsk89_1_1

Alex Garland

“Uma ideia para 28 Months Later (possível título em inglês) chegou. Tive uma espécie de ideia estranha que surgiu na minha cabeça. Em parte por causa de uma viagem que eu tinha feito. Tive esse pensamento, e eu o sugeri para Andrew [Macdonald] (produtor dos 2 anteriores) e Danny … é muito simples”, declarou Garland.

Alex também mencionou que ele não estava interessado em escrever o terceiro filme, mas que Macdonald estaria tomando as rédeas da situação. Portanto, qualquer potencial terceiro longa pode apenas tomar como base o conceito de seu original.

Extermínio conta a história de um vírus mortal que se espalha por todo o Reino Unido, deixando as pessoas infectadas em um estado de total fúria. O primeiro longa dirigido por Danny Boyle em 2002, apresentou uma inovação para o gênero que já estava adormecido há algum tempo. A película é até hoje considera uma das melhores de todos os tempos. Em 2007 houve o lançamento de Extermínio 2, desta vez dirigido por Juan Carlos Fersnadillo. Deste então, mesmo com brechas deixadas para uma terceira parte, a coisa não decolou. Bom, esperamos que desta vez ela vá pra frente, e parece que vai!

News: Doce Vingança 3 ganha seu primeiro trailer, confira!

1 out

I-Spit-on-Your-Grave-3-Vengeance-is-Mine-760x390

Está preparado? Foi divulgado o primeiro trailer de Doce Vingança 3, filme que conta com o retorno de Sarah Butler no papel da impiedosa Jennifer.

O longa será uma continuação direta do remake lançado em 2010. Na trama, a jovem Jennifer Hills, que ainda sofre atormentada pelas lembranças do passado, decide mudar de cidade e começar uma nova vida com outra identidade. Ela, relutantemente, entra para um grupo de apoio para tentar se recuperar. Entretanto, depois do assassino de sua nova amiga ficar impune na justiça, Jennifer decide por si mesma colocar as coisas em seu devido lugar.

I Spit On Your Grave: Vengeance is Mine terá direção de R.D. Braunstein. Na produção do filme temos Lisa Hansen e Paul Hertzberg , além de Meir Zarchi, diretor do original de 1978, que ficará na produção executiva. Já o elenco é composto também por  Jennifer LandonDoug McKeon e Gabriel Hogan.

Doce Vingança 3 estreia dia 9 de outubro nos Estados Unidos, mas por aqui ele ficará disponível apenas em DVD, Blu-ray e VOD a partir do dia 20 de outubro.

Trailer:

 

%d blogueiros gostam disto: