Arquivo | 11:52 pm

Crítica: Os Homens São de Marte… E É Pra Lá Que Eu Vou (2014)

10 jul

022327.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Então meu povo, eu sei que tem um tempinho que eu não escrevo minhas críticas, mas estou aqui pra falar de mais essa comédia brasileira Os Homens São de Marte… E É Pra Lá Que Eu Vou, um longa protagonizado pela bela Mônica Martelli.

Dirigido por Marcus Baldini (Bruna Surfistinha), a película é uma adaptação de uma peça teatral homônima, também protagonizada por Martelli, na qual a mesma interpreta uma mulher quase quarentona, que está desesperada para encontrar seu grande amor.

Como nos palcos, a sinopse do filme se aprofunda no drama de Fernanda (Mônica Martelli), que aos 39 anos de idade, trabalhando como organizadora de casamentos, ela se vê mais encalhada do que nunca e sempre entrando em alguma furada quando os assunto é  encontrar o amor da sua vida. Acompanhada de seus amigos Aníbal (Paulo Gustavo) e da aspirante a atriz Nathalie (Daniele Valente), Fernanda acaba conhecendo vários caras que só conturbam ainda mais sua vida de solteirona.

Assim, até o meio do filme eu não fiquei muito animado não, pois as piadas eram totalmente sem graça e a Martelli demorou um pouco para encontrar o caminho certo para nos fazer rir. E olha que ela já faz essa personagem há anos pelos teatros da vida. E foi nesse quesito humor que eu achei que a direção de Baldini ficou faltando um pouco, apenas algumas piadas e cenas do Paulo Gustavo é que realmente me faziam mexer a boca para rir, pois se não fosse o jeito louco do personagem dele, a película teria passado totalmente despercebida.

Entretanto, eu gostei da história, uma comédiazinha romântica com um leve toque de humor e cheia de percalços ao longo da mesma. É certamente um filme para te fazer sentir leve e atestar que se você não encontrou o amor da sua vida ainda, mesmo aos 39 anos de idade, não perca a esperança! Quase todo mundo passa por isso e na maioria das vezes existe sim uma luz no fim do túnel, mesmo que seja bem no fim mesmo (rsrsrs).

Por outro lado, o longa também apresenta, pra quem é complexado assim como eu, o contraste de uma realidade. Tipo, todo mundo irá concordar que é muito mais fácil sofrer de depressão amorosa quando se tem um excelente emprego, bons amigos e dinheiro pra gastar viajando pelo Brasil afora. Assim é muito fácil, não é não? (hehehe).. E outra, a mulher só quer focar no cargo de alto executivo pra cima meu amor, assim até eu! Mas não irei ser hipócrita dizendo que isso não acontece com a gente, pois ninguém também vai procurar se envolver com alguém que não esteja pelo menos no seu mesmo nível intelectual, financeiro etc. lembrando que isso não é preconceito, apenas que é normal você querer sempre o melhor para si, porém existem lá suas exceções.

No mais não destaco nenhuma atuação, nem a do Paulo Gustavo, pois mais uma vez ele fez praticamente o mesmo personagem que vem fazendo ao longo de todo o programa 220 Volts, que é veiculado pelo canal fechado Multishow. Aí realmente não conta muito. Todavia, acho que merece sim uma ida ao cinema.

Trailer:

News: O longa de terror A Marca do Medo estreia hoje!

10 jul

marca-b

Vira e mexe a gente sempre tem soltado aqui notícias importantes para os amantes de filmes de terror, assim como O Espelho, que estreou semana passada, desta vez temos a presença de A Marca do Medo, que chega com uma trama assustadora.

A Marca do Medo é dirigido por John Pogue, que trabalhou como roteirista em Navio Fantasma (2002). No elenco, nomes como Jared Harris (Lincon), Sam Claflin (Jogos Vorazes: Em Chamas) e Olivia Cooke (da série Bates Motel) encabeçam a trama fantasmagórica.

E se você não estiver tão afim de se encolher na cadeira do cinema, temos também outras opções mais lights para você aproveitar, como o drama Amor Fora da Lei, uma trama envolta a um romance conturbado vivido na década de 70 e a comédia italiana Viva a Liberdade, de Roberto Andò.

Lá vai! 😉

A Marca do Medo: “Durante uma aula na universidade, um professor (Jared Harris) pergunta a seus alunos o que são fenômenos sobrenaturais e se é possível provar que eles existem. Como ninguém consegue responder, ele decide formar uma equipe com três alunos para investigar o estranho caso de Jane Harper (Olivia Cooke), garota aparentemente possuída por demônios. O experimento consiste em isolar Jane dentro de um casarão e fazer uma série de testes, na esperança que os poderes paranormais na garota se manifestem diante das câmeras.”

Amor Fora da Lei: “O jovem casal Bob Muldoon (Casey Affleck) e Ruth Guthrie (Rooney Mara) vive um amor bandido. No Texas dos anos 1970, ele comete pequenos assaltos, com o apoio dela, até ser pego e ir para a cadeia, pouco depois de descobrir que Ruth está grávida. No longo período que passa na prisão, eles se correspondem por carta, com a promessa de retomar a vida a dois, com o fim da pena. Depois de quatro anos, no entanto, Bob consegue fugir, e sai em busca da esposa e da filha que ainda não conhece. Ao longo desse tempo, a moça desperta a simpatia do policial Patrick Wheeler (Ben Foster).”

Viva a Liberdade: “A candidatura do secretário principal do partido da oposição, Enrico Oliveri (Toni Servillo), não esta indo tão bem quanto planejada. Uma noite, após um debate, ele desaparece. Seu assessor e sua esposa dão início a uma busca sobre o porquê do desaparecimento e se mais alguém esta envolvido nessa história. De repente, o secretário reaparece, agindo de forma diferente. Suas atitudes surpreendem a todos e fazem a cotação do partido subir. Tudo vai bem até que alguém resolve segui-lo.” 

Sinopses por AdoroCinema

News: Novo teaser trailer de Jogos Vorazes – A Esperança: Parte 1 é revelado!

10 jul

381646.jpg-c_520_690_x-f_jpg-q_x-xxyxx

Depois da divulgação do primeiro vídeo promocional de  Jogos Vorazes – A Esperança: Parte 1, no qual o tirano Snow (Donald Sutherland) se encontrava sentado ao lado de Peeta (Josh Hutcherson), pronunciando um discurso meio que apocalíptico, agora eles se juntam à combatente Johanna (Jena Malone) com o seguinte pronunciamento:

“Os vencedores dos Jogos Vorazes Peeta Mellark e Johanna Mason apoiam o presidente Snow em seu esforço para preservar uma Panem pacífica e próspera”.

Hum….será verdade? Vale lembrar que  Jogos Vorazes – A Esperança: Parte 1 estreia dia 20 de novembro aqui no Brasil e ainda não temos nada da nossa queridinha Katniss (Jennifer Lawrence). É esperar pra ver!

%d blogueiros gostam disto: